Posts Tagged ‘embalagem’

Saiba mais sobre o 14º Congresso Brasileiro de Embalagem

setembro 23, 2010

E está acontecendo o 14º Congresso Brasileiro de Embalagem ABRE, principal evento do setor de embalagens no Brasil, que ocorreu ontem e está acontecendo hoje, no Centro Fecomercio de Eventos, em São Paulo (SP). Realizado a cada dois anos, o Congresso deste ano terá por tema Embalagem e o novo varejo: responsabilidade ambiental aliada à inovação. “O foco de nosso desenvolvimento está diretamente relacionado à inovação e à sustentabilidade, assunto principal do Congresso. Ao patrocinar o evento, estamos reforçando a importância do tema, enfatizando nossa ligação com este mercado e estimulando a inovação sustentável”, afirma o Diretor de Adesivos e Laminados, Evandro Kunst.

Na programação do evento, a Artecola irá contribuir no dia 23 de setembro com a palestra Vantagens e benefícios dos hot-melts de última geração – casos de sucesso de Artecola e Forbo no mundo dos adesivos, que ocorrerá às 16h, no auditório. O ministrante será o Gerente de Tecnologia de Adesivos da Artecola, Roberto Moutinho, Engenheiro Químico (Unicamp) com pós-graduação em Administração e Marketing (Fundação Getúlio Vargas) e diversos cursos de especialização no exterior (EUA, Alemanha, França, Espanha e Suíça). Com ampla experiência no mercado de adesivos, Moutinho também integra o Conselho de Adesivos da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT/CB10.

Abaixo segue a lista de materiais com fortes atributos sustentáveis:

• PVAs linha Green (isentas de solvente):
– 6098G: Adesivo aquoso para colagem de papel Kraft revestido com polietileno e papel Kraft. As matérias primas deste adesivo seguem regulamentação FDA para contato indireto com alimentos.
– 6048G: Adesivo aquoso para colagem de papel, caixas de papelão, cartão e cartolina sem verniz;
– 6025G: Adesivo base água para aplicação por disco.

Fonte: N2_NOTICIA EM DOBRO

Anúncios

Reciclabilidade, sabe o que significa?

março 17, 2010

A reciclabilidade é um dos atributos mais importantes do alumínio. Qualquer produto produzido infinitas vezes, sem perder suas qualidades no processo de reaproveitamento, ao contrário de outros materiais. O exemplo mais comum é o da lata de alumínio para bebidas, cuja sucata transforma-se novamente em lata após a coleta e refusão, sem que haja limites para seu retorno ao ciclo de produção. Esta característica possibilita uma combinação única de vantagens para o alumínio, destacando-se, além da proteção ambiental e economia de energia, o papel multiplicador na cadeia econômica.

A reciclagem de alumínio é feita tanto a partir de sobras do próprio processo de produção, como de sucata gerada por produtos com vida útil esgotada. De fato, a reciclagem tornou-se uma característica intrínseca da produção de alumínio, pois as empresas sempre tiveram a preocupação de reaproveitar retalhos de chapas, perfis e laminados, entre outros materiais gerados durante o processo de fabricação.

Este reaproveitamento de sobras do processo pode ocorrer tanto interna como externamente, por meio de terceiros ou refusão própria. Em qualquer caso representa uma grande economia de energia e matéria-prima, refletindo-se em aumento da produtividade e redução da sucata industrial.

A reciclagem de produtos com vida útil esgotada, por sua vez, depende do tempo gasto entre seu nascimento, consumo e descarte. Isto é chamado de ciclo de vida de um produto, que pode ser de 45 dias, como no caso da lata, até mais de 40 anos, no caso de cabos de alumínio para transmissão de energia elétrica. Em qualquer caso, o alumínio pode ser reciclado infinitas vezes.

Quanto mais curto for o ciclo de vida de um produto de alumínio, mais rápido será o seu retorno à reciclagem. Por isso, os volumes de reciclagem da indústria alcançaram índices expressivos, com a entrada da lata de alumínio no mercado.


A procura da embalagem perfeita

março 11, 2010

Em um dia nublado em São Paulo, Darth Vader sai a procura da embalagem perfeita. E ele achou as embalagens de alumínio Wyda! Assista a procura:

As vantagens da embalagem de alumínio no dia-a-dia

março 2, 2010

Chocolates, temperos prontos, sopas e caldos, embalados em folhas de alumínio, atum em latas, extrato de tomate, leite condensado e creme de leite em caixinhas longa-vida são alguns dos exemplos de produtos acondicionados coma proteção que só o alumínio proporciona. O metal pode estar presente em toda a embalagem, na tampa, ou na embalagem interna que tem contato direto com o produto.

Em qualquer aplicação, é ele que aumenta a vida útil do conteúdo, seja ele qual for, isolando o produto da ação da luz, umidade e do ar. O alumínio também impede a entrada de odores externos, mantendo o aroma do alimento, como por exemplo, o café, embalado a vácuo com folha de alumínio. Embalagens de leite em pó e achocolatados também são vedadas com tampas de alumínio fáceis de abrir e que asseguram total segurança.